terça-feira, 20 de junho de 2017

COBRA NORATO

Resenha por João de Carvalho

Título: Cobra Norato
Autor: Raul Bopp
Editora: Unimaster (Pré-vestibular)
Páginas: 64
Ano: 2010 (UFMG)

Pontuação: 5/5 

Resenha:

O autor Raul Bopp, depois de viajar por vários países, exclamou: a maior volta pelo mundo que eu dei foi pela Amazônia!

Formou-se em direito, mas foi até pintor para financiar suas múltiplas e constantes viagens.

Certamente a inspiração de Cobra Norato veio de sua visão da Amazônia. É a sua obra mais importante. “É uma das mais conhecidas lendas do folclore amazônico. Conta a lenda que, em uma tribo indígena da Amazônia, uma linda mulher indígena, quando se banhava no rio Claro, foi possuída por Boiúna (cobra grande, sucuri) e sentiu-se grávida. A mulher deu à luz a dois filhos gêmeos que vieram ao mundo em forma de duas serpentes escuras. Foram batizadas com os nomes de Honorato e Maria. Criaram-se no rio. O povo os chamava de Cobra Norato e Maria Caninana”. Ele era bom, ela era má e violenta. As cenas seguintes são interessantes, com ambos, especialmente com Cobra Norato, em um desfecho inesperado.


Enfim, é um poema narrativo épico composto por trinta e três outros poemas baseados no folclore brasileiro. É uma alegoria em que a beleza amazônica é desvendada em toda sua grandeza. Cada um destes poemas é claramente descrito e analisado com muito gosto e competência pelo professor Jair Gorgozinho da UFMG, em sua exposição literária. 

Vale a pena conferir, é ótimo para vestibulares. Nesta obra, rompeu-se a lógica cotidiana. “Fundem-se o real e o imaginário, o histórico e o místico. Coabitam-se os opostos: sabedoria e crendice, loucura e razão, o sublime e o grotesco, o certo e o avesso, a sedução e autodomínio, o antigo e o novo, a tradição e a modernidade, o masculino e o feminino, o sagrado e o profano, vida e morte”. 

Em 2016 saiu nova edição deste livro, com projeto gráfico e capa atualizada. Vale a pena a leitura desta obra, especialmente pelos candidatos às universidades.

Recomenda-se!


terça-feira, 13 de junho de 2017

A CABANA

Resenha por João de Carvalho

Título: A Cabana
Autor: William P. Young
Editora:  Sextante
Ano: 2008
Páginas: 236

Apreciação:  5/5
  
Resenha:
  
Cabana é uma casinha rústica, de madeira, coberta de sapé (gramínea de folhas muito resistentes e duras, usadas para cobrir palhoças). Por sua vez, “palhoça” é um casebre de paredes de barro ou de tijolo, coberto de palha. É, portanto, uma casinha muito simples. 

Pois bem, “A Cabana” é um livro que consta na lista de melhor vendagem em Nova York. Escrito por William P. Young, tornou-se um fenômeno pelo agrado que despertou no público leitor. “O Amor incondicional do Pai caminha entre a proteção aos filhos e o respeito ao livre arbítrio”. Deus agindo de forma mui sutil na vida de todos nós.

Quem teve a infelicidade de perder um(a) filho(a) poderá avaliar em toda sua extensão “A vida da família de Mack Allen, quando sua filha mais nova (Missy) desaparece misteriosamente. Há indícios de que ela poderia ter sido assassinada na Cabana. Ele, o pai, um dia recebe um bilhete estranho, assinado por alguém importante.

Lendo o livro você verá e entenderá o enredo completo desta atraente e cativante história. Quem não conhece este dito popular: “Deus escreve certo por linhas tortas”. É muito confortável trazer um diálogo franco, aberto, sério, amigo e positivo com um Ser Superior. A vida da gente neste mundo moderno cheio de surpresas várias precisa de apoio espiritual grande, senão sucumbe, naufraga, ante ao imprevisto.

A Cabana é um livro que satisfaz ao leitor por ser, inclusive, muito atualizado   na sua concepção de valorização da vida, Deus e nós.

Atribuo-lhe boa pontuação, porque o que o personagem Mack encontra de alívio à sua profunda tristeza, muda seu destino, como poderá mudar de muita gente. Há um bom filme sobre o Livro.

Recomendo a Leitura, com satisfação!



segunda-feira, 12 de junho de 2017

TODO MUNDO TEM UM ANJO DA GUARDA

Resenha por Mara Carvalho

Título: Todo mundo tem um anjo da guarda
Autor: Pedro Siqueira
Editora: Sextante 
Ano: 2016
Páginas: 160

Apreciação: 5/5 

Resenha:

Através de relatos pessoais Pedro Siqueira nos mostra a importância de ter um contato contínuo com nosso anjo da guarda.

Desde a concepção cada pessoa “ganha” um anjo da guarda, que fica responsável por nossa proteção. É como um presente Divino.

A companhia de nosso anjo da guarda nos dá uma sensação gostosa, é saber que não estamos sozinhos. O anjo da guarda é um intercessor nosso direto com Deus.

Pedro Siqueira é católico, e faz um trabalho de oração dirigindo terços pelo mundo todo e levando a mensagem sobre os anjos da guarda.

O livro é dividido nos seguintes capítulos:

1.Introdução
2. Hierarquias e coros angélicos
3. Minhas visões das hierarquias
4. A atuação do anjo da guarda
5. A comunicação entre o anjo da guarda e seu protegido
6. Os anjos da guarda tem nome
7. Orações que nos aproximam dos anjos

O livro é reconfortante...


Recomendo, boa leitura!


quinta-feira, 8 de junho de 2017

TAPERAS

Já viste, ao por do sol, entre pomares
mortos, montões de ruínas cheios de hera,
tetos caídos, restos de pilares
à margem das estradas? – é a tapera.

Pois, se um dia, mais tarde, reparares,
verás quando chega a primavera
e se enchem de perfume o chão e os ares,
sobre essas ruínas uma flor impera.

Quantos de nós vemos também, olhando
a estrada da existência percorrida,
da dor extinta, as ilusões brotando.

E então sentimos sós, na tarde calma,
que a saudade é a esperança, a flor querida
 – das taperas que temos dentro da alma.
  

segunda-feira, 5 de junho de 2017

A PAIXÃO DE CRISTO SEGUNDO O CIRURGIÃO


Resenha por João de Carvalho

Título: A Paixão de Cristo Segundo o Cirurgião 
Autor: Pierre Barbet 
Editora: Edições Loyola 
Edição: 10ª 
Ano: 1983 
Páginas: 252 

Apreciação: 5/5 

Resenha:

OS EVANGELISTAS narrando a Paixão do Senhor dizem que Ele foi flagelado, coroado de espinhos e crucificado. Pois bem, o competentíssimo Dr. Pierre Barbet, médico do Hospital São José, de Paris, dedicou-se por vinte anos sobre estes detalhes dos sofrimentos de Cristo, tendo por base o Estudo do Santo Sudário, à luz da ciência. 

Foram feitos superestudos, experiências anatômicas, pesquisas arqueológicas e escriturísticas, tendo como base imediata o Santo Sudário (a mortalha em que o corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo foi envolvido, ou seja, um lençol). Esta peça foi estudada em seus mínimos e autênticos detalhes, abstraindo-se de toda ideia de fé e piedade cristã, coisa sagrada como talvez, nenhuma outra”. 

segunda-feira, 29 de maio de 2017

ERA UMA VEZ NO OUTONO

Resenha por Mara Carvalho

Título: Era uma vez no outono
Volume 2 da Série: “As quatro estações do amor”
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Ano:  2016
Página: 288

Apreciação:  5/5

Resenha:

Que lindo!

As flores Secas, o grupo das 4 moças que se unem para encontrar um marido para cada uma delas tem apenas 3 casamentos pela frente: Lillian, Evie e  Daisy (por ordem de idade, o que significa prioridade na ordem dos casamentos)

O grupo das 4 moças que se unem para encontrar um marido para cada uma delas já realizou o primeiro casamento, o de Annabelle e Simon Hunt. O grupo se autodenomina “flores Secas” e ainda tem 3 casamentos pela frente. Lillian, Evie e  Daisy são as moças solteiras que procuram um marido.

VI ENCONTRO NACIONAL JANE AUSTEN SOCIEDADE DO BRASIL

Evento fantástico em Belo Horizonte, MG. 
Estarei lá representando o blog e conto tudo para vocês depois. Tenho certeza que será um evento maravilhoso!  Louca para chegar o dia!


domingo, 28 de maio de 2017

RUI BARBOSA

Resenha por João de Carvalho

Título: Rui Barbosa
Autor: Márcio Tavares d’Amaral
Editora: Três Ltda.
Ano: 2001
Páginas: 280

Apreciação: 5/5

Resenha: 

Rui Barbosa é o jurista do século XX. É a vida mui bem escrita deste notável brasileiro, com texto de Márcio Tavares d’Amaral e supervisão de Américo Jacobina Lacombe. Toda a cronologia de Rui desde seu nascimento em 1849 até sua morte em 1923, com os fatos mais relevantes de sua prodigiosa e destacada vida no cenário político, jurídico e literário brasileiros. 

A Leitura é muito corrente, precisa e atraente. Na verdade, é fascinante a vida deste baiano de São Salvador, que escreveu, em letras de ouro, a sua vida para modelo e exemplo de homem público, na política brasileira.

terça-feira, 23 de maio de 2017

A DEUSA CEGA

Resenha por João de Carvalho

Título: A Deusa Cega
Autora: Anne Holt
Editora: Fundamento
Ano:  2013
Página: 342

Apreciação:   4/5

Resenha:

Consta de sua apresentação que Anne Holt é uma das escritoras mais bem sucedidas do mundo, com mais de seis milhões de livros vendidos. Trata-se de uma autora que ocupou na Noruega, cargos como: Ministra da Justiça, apresentadora de TV, jornalista e editora.

Dentro da literatura seus fabulosos e apreciados romances reúnem suspense, drama, intrigas com enredos muito bem desenvolvidos, conquistando a atenção e a preferência dos leitores de suas obras. Entre elas destaco uma das mais recentes, com este belo e sugestivo título: A Deusa Cega! É na verdade um livro de mistério, onde o suspense é sua poderosa arma no encadeamento do enredo.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

A CARONA

Resenha por Lívia Alves

Título: A carona
Autora: Tatiana Amaral
Editora: Literata
Ano:  2014
Página: 142

Apreciação:   5/5

Resenha:

Gabriela é um espírito livre buscando trilhar seu destino a cada dia, já Daniel parece estar fugindo do seu.

Cada quilômetro da estrada percorrida por esse casal faz com que você deseje que a viagem não acabe. Os encontros e desencontros que acontecem na estrada da vida de cada um e a esperança de que talvez ainda seja possível recuperar a pessoa que você deixou para trás na estrada, faz desse livro um grande romance. 

terça-feira, 16 de maio de 2017

OS MISTÉRIOS DE SIR RICHARD

Resenha por Mara Carvalho
Título: Os mistérios de Sir Richard
Volume 4 da Série: "Quarteto Smythe-Smith"
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano:  2017
Página: 280

Apreciação:   4/5

Resenha:

Tudo começa com a famosa apresentação do quarteto Smythe-Smith. Desta vez Sarah, apesar de casada, se apresenta com as primas. Entre elas Iris é a única que sabe realmente tocar, e faz sua apresentação quase que escondida atrás do enorme violoncelo. Mesmo “escondida” ela percebe que um homem desconhecido a está  observando insistentemente. A apresentação como de costume  foi horrível.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

BELEZA NEGRA

Resenha por João de Carvalho

Título: Beleza Negra
Autora: Ann Sewell
Editora: Dracaena
Ano: 1877 – 1ª edição
Páginas: 228

Apreciação: 5/5

Resenha:

É a história, simples, bela e sequenciada de lances interessantes na vida de um cavalo que tinha uma pata branca e uma estrela também branca, na testa. Sua autora é Ann Sewell (1820-1878), escritora inglesa, apaixonada por animais. Sempre revoltada contra quem os maltratava. O livro foi publicado em 1877, foi levado ao cinema e à televisão.

O cavalo fora criado com todo cuidado pela sua mãe. Foi mudado de dono várias vezes, ora gente boa, ora gente violenta. Este animal superou todas as peripécias próprias de sua raça, encontrando proprietários de todo tipo. Teve até uma fiel amiga chamada Ginger, sua égua preferida.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

AS VIAGENS DE TOM SAWYER

Resenha por João de Carvalho

Título: As viagens de Tom Sawyer
Autor: Mark Twain
Editora: B-Brasileitura
Ano: 1934-edição brasileira
Páginas: 16

Apreciação: 5/5

Resenha:


O autor é Mark Twain (1835-1910), cujo nome batismal era Samuel Langhorne Clemens, nascido em uma pequena cidade do Estado de Missouri. Foi trabalhar como impressor em um jornal, após o falecimento de seu pai. Foi até piloto de barco no rio Mississipe. Foi soldado, minerador e jornalista. Apelidado de o homem do Mississipe. Faleceu, como escritor, em Connecticut, nos EUA. Foi um grande escritor de espírito indomável. Dele já comentamos O Príncipe e o Mendigo.

quarta-feira, 3 de maio de 2017

A SOMA DE TODOS OS BEIJOS

Resenha por Mara Carvalho

Título: A soma de todos os beijos
Volume 3 da Série: "Quarteto Smythe-Smith"
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Ano:  2017
Página: 272

Apreciação:   5/5

Resenha:

Não poderia ser diferente, adorei o romance! A cada livro fico mais apaixonada pela série.

Desta vez a autora destaca a personagem Lady Sarah Pleinsworth, aquela que fingiu adoecer para não tocar na apresentação anual do quarteto Smythe-Smith.

Durante os preparativos e festejos dos 2 casamentos:  de Honória e Marcus (que aparecem no 1º livro) e de Daniel e Anne (do 2º livro da série), que aconteceriam com intervalo de 1 semana e ocorreriam em propriedades próximas, muitas preocupações ocupam papel importante nos organizadores dos eventos. E como toda boa anfitriã era de bom tom cuidar do bem-estar dos convidados e Lady Sarah é praticamente intimada por Honória a acompanhar Hugh Prentice durante todo o período.

terça-feira, 2 de maio de 2017

IVANHOÉ

Resenha por João de Carvalho

Título: Ivanhoé
Autor: Walter Scott
Editora: Madras
Páginas: 360

Apreciação: 5/5

Resenha: 

Nascido em Edimburgo, na Escócia, Walter Scott (1771-1832) é um dos mais famosos e lidos escritores do século XIX. Homem de saúde muito fraca por causa de uma espécie de poliomielite dedicou-se plenamente à leitura dos melhores escritores de sua época. Foi advogado e magistrado da Corte de Justiça inglesa. Sua verdadeira paixão era a literatura, traduzindo poemas alemães. Foi criador do romance histórico, escrevendo muitas obras, com destaque especial para Ivanhoé, em 1819.

segunda-feira, 1 de maio de 2017














2 anos do blog! 
Parabéns a todos leitores que tiraram um tempinho do seu dia para ler uma resenha e escolher um livro. 
Parabéns também aos resenhistas que escolheram suas leituras e escrevem as resenhas com tanto carinho.
E vamos para mais um ano, cheios de entusiasmo, muitos livros e com uma novidade: a BIBLIOTECA DO BLOG.
(Com empréstimo gratuito de livros para os leitores de Itabirito/MG - minha cidade)

quarta-feira, 26 de abril de 2017

O HOMEM DA MÁSCARA DE FERRO

Resenha por João de Carvalho

Título: O homem da Máscara de Ferro
Autor: Alexandre Dumas
1ª publicação:1847
Editora : Scipione
Páginas:87
Coleção: Literatura Infanto-Juvenil

Apreciação: 5/5
  
Resenha:
O autor desta obra literária é Alexandre Dumas (1802-1870), pai, cujo verdadeiro nome era “Alexandre de la Pailleterie, que após a morte de seu genitor – um general do exército de Napoleão – sua família ficou na miséria. Dumas, aos 21 anos, em busca de uma vida em melhores condições, foi para Paris, com uma carta de apresentação dada pelo General Foy. Conseguiu emprego nos escritórios do Duque de Orleans, que mais tarde se tornou o Rei Luís Felipe. 

segunda-feira, 24 de abril de 2017

ESPERA-ME

                               Constantin Simonov (tradução de Hélio do Soveral)

Espera-me. Até quando, não sei.
Um dia, voltarei.

Espera-me pelas manhãs vazias,
nas tardes longas e nas noites frias,
e, outra vez, quando o calor voltar.
Aí, nunca deixes de me esperar!

Espera-me, ainda que, aos postais,
as minhas cartas já não cheguem mais.
Ainda que o Ontem seja esquecido
e o Amanhã já não tiver sentido.

domingo, 23 de abril de 2017

PERSUASÃO

Resenha por Mara Carvalho

Título: Persuasão
Autor: Jane Austen
Publicado em 1817
Editora: Martin Claret
Páginas: 271

 Apreciação:     5/5

Resenha:   

Que livro!  Que escritora fantástica, impossível não amar Jane Austen!

Persuasão foi o último livro acabado escrito pela autora.

O livro se passa na Inglaterra no séc. XIX e traz a história De Anne Elliot, a 2ª filha de Sir Walter Elliot.

O pai era viúvo de 54 anos de idade, extremamente vaidoso e cheio de preconceitos referentes quanto a posição social. Na Inglaterra daquele período este tipo de visão preconceituosa da aristocracia era muito comum. Na verdade a separação entre as classes era bem visível.

sábado, 22 de abril de 2017

LEITURA DE VIAGEM

Impossível fazer uma viagem e não levar livros. 

Desta vez eu li 3 livros e visitei uma livraria em Veneza. 

Não aguentei, tive que comprar mais livro. 

Lendo "Segredos de uma noite de verão" - Lisa Kleyplas

quinta-feira, 20 de abril de 2017

DECAMERON

Resenha por João de Carvalho

Título: Decameron
Autor: Giovanni Boccaccio
Escrito entr1349-52, revisado em 1370-71
Editora: L&PM
Páginas: 632


Apreciação:     4/5

Resenha:   

O autor deste best-Seller é Giovanni Boccaccio, 1313-1375, tendo sua casa e túmulo conservados até hoje, na Itália. Sempre teve acesso à corrupta sociedade da corte, aristocracia e  clero. Viveu a tragédia provocada pela Peste Negra, que despovoou a Europa, em 1348. Comentou A Divina Comédia de Dante Alighieri.

É autor de volumosos romances em versos medievais. Sua maior expressão escrita é Decameron que significa Obra de dez dias